Quinta-feira, 21 de Agosto de 2008

Uma carta da Azoriana

(...) Também defendo a Serreta com unhas e dentes, com a força que vem dos meus antepassados, com as lembranças dos hinos, dos foguetes, das flores, do nevoeiro, do vulcão que amainou, da praça, do pico, dos chafarizes, do coreto, do império, da despensa, do pico da maria da costa, da canada da vassoura, das gentes de lenço a cobrir uma cabeleira alva, das colchas nas janelas, das procissões, dos silêncios, dos cantares, dos choros, dos chilreios, dos murmúrios do verde e do cheiro da terra... Tudo isto eu defendo com o suor do meu rosto... E tudo (e nada) permanece numa folha electrónica sujeita à tempestade sem chuva, sem vento... Apaga-se a luz e tudo perece. Valerá a pena cantar tão alto a minha terra e ela ficar tão amargamente caída após a minha descida ao chão do silêncio?
(...)
Quem sabe seja mais um a defender a "minha" Serreta que em vez de ser pesquisável por um "vulcão" extinto (oxalá que durma para sempre) seja pesquisável por "Azoriana" (sem cedilha por via das engrenagens tecnológicas) que um dia pensou que fizera muito mal não obedecer à mãe quando esta lhe pediu para falar da "sua" Serreta. Neguei-lhe em vida e estou a remediar o meu remorso. E quem me ajudará a levar esse montinho de papel para algo palpável, algo que ornamente as estantes das casas da nossa gente e dos emigrantes que foram para terras longínquas mas permaneceram ligados pelo maior orgão vital: o coração.
(...)

2008/08/21

 

Eu também defendo a tua Serreta!

publicado por Terceirense às 21:02
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 18 de Agosto de 2008

Folclore, Marchas, Vozes, Quarteto, Tourada, entrevistas, etc.

Os temas são muitos e sucedem-se iluminando o céu que se vestiu com um chapéu de nuvem condensada.


Uma colectânea de emoções que a RTP Açores nos proporciona enquanto se encontra na Praia da Vitória através do seu programa Atlântida apresentado pelo inconfundível Sidónio Bettencourt a que já nos habituámos a ver no ecran e a ouvir na rádio.

Alguns bloguistas terceirenses também estavam lá: In concreto; Futebol Gente e Toiros; Azoriana; Coro Pactis e outros que porventura estavam incógnitos...

E até houve reportagens com imagens impressionantes. Ora vejam:

 


publicado por Terceirense às 23:41
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 11 de Abril de 2008

Tem tudo a ver com o título deste blog

(...) Nunca o mês 4 esteve tão recheado de chamadas e acontecimentos relacionados com o fenómeno do Toiro e das Tauromaquias: tentas, ferras, a Feira do Cavalo e do Toiro, As I Jornadas Açorianas de Gado Bravo, o Festival dos Capinhas, o Festival dos Forcados do Ramo Grande, as discussões à volta do Taurotur, o Monumento ao Toiro e a primeira Tourada à Corda, a 28 de Abril, a antecipar em três dias a tradicional abertura oficial.
A Ilha vai entrar no reboliço e no rodopio das tardes de toiros até mais não poder, até que a meados de Outubro se dê por encerrada a temporada.
(...)

Fonte: "Abrem-se as portas em Abril!", in Blog Turismo de Ilha Terceira.

Um monumento deslumbrante, lindo, apaixonante, erguer-se-á onde a cidade de Angra do Heroísmo abre as portas de entrada às gentes e à tauromaquia. Honra e mérito lhes serão dados!

Ainda não se vê (só em imagem no Jornal a União) mas quando lá estiver, tentarei captar a bravura da noite que, certamente, será maravilhosa.



A rotunda da Carreirinha, na freguesia de São Bento, junto à Praça de Toiros, foi o local escolhido para erguer o “Monumento ao Toiro” na ilha Terceira

Deixo-vos com o conteúdo do artigo «Os Bravos da Carreirinha», no blog intitulado "Azoriana", para um futuro próximo:



Os Bravos da Carreirinha

Azul porque luz o céu,
Na estreia dos aposentos,
Verde junto aos pavimentos:
Altar do bravo ilhéu.

Belos toiros imponentes
Erguem-se ao tom de bravura;
Um trio feito escultura
"Olé's" em todas as frentes.

Taurina marca da ilha
Que encanta o seu amante;
O bravo da redondilha,
Em Praça bravo gigante.

Na corda dança o Pastor,
Na rua dança o Capinha,
Na praça dança o Valor
Dos Bravos da Carreirinha.

Rosa Silva ("Azoriana")

publicado por Terceirense às 16:50
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 27 de Fevereiro de 2008

Parte da lista do Património Mundial - UNESCO

Cinco cidades reunir-se-ão, em Junho de 2008, para festejar as Sanjoaninas junto de um mar de gente alegre e hospitaleira.

A mais antiga Cidade Património Mundial, classificada pela UNESCO - Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura, neste conjunto, é a cidade de Angra do Heroísmo, desde 7 de Dezembro de 1983. Portanto, comemora este ano as suas bodas de prata. 25 anos de Património Mundial é digno de ser festejado com toda a pompa e circunstância.

Armas - Escudo de prata com um castelo de vermelho aberto e iluminado de ouro, assente num contra-chefe de quatro faixas, duas de verde e duas de prata. Em chefe um açor de sua cor, voante, tendo nas garras uma quina de Portugal. Escudo cercado pelo Colar da Ordem de Torre e Espada. Coroa mural de cinco torres de prata. Listel branco com os dizeres : " CIDADE DE ANGRA DO HEROÍSMO ", em letras de negro.

Logo a seguir vem o Centro Histórico de Évora que perfaz 22 anos de inscrição (1986).

Armas: - Escudo de ouro, com um cavaleiro armado de prata, realçado de azul, galopando em cavalo negro e empunhando uma espada de prata ensanguentada; em contra-chefe duas cabeças de carnação, caídas e cortadas de sangue, uma de homem à dextra e outra de mulher à sinistra toucadas de prata. Escudo cercado pelo Colar da Ordem de Torre e Espada. Coroa mural de prata de cinco torres. Listel branco com legenda a negro : " MUI NOBRE E SEMPRE LEAL CIDADE DE ÉVORA ".

A Paisagem Cultural de Sintra conta com 13 anos (1995).

Armas - Escudo de vermelho, com uma torre torreada mourisca de ouro, aberta e iluminada de azul, carregada com cinco escudetes de azul dispostos em cruz, cada um semeado de besantes de prata, os dois dos lados apontados ao centro; a torre assente sobre um penhasco de verde realçado de negro e ladeada por dois crescentes de prata, cada um encimado por uma estrela do mesmo. Coroa mural de prata com quatro torres. Listel de branco com os dizeres : " VILA DE SINTRA ", de negro.


O Centro Histórico do Porto, a 4 de Dezembro deste ano contará com 12 anos (1996).

Armas - Escudo de azul com um castelo de ouro, constituído por um muro ameado e flanqueado por duas torres ameadas, abertas e iluminadas de verde, assentes num mar de cinco faixas ondadas de, sendo três de prata e duas de verde sobre a porta e assente numa mísula de ouro, a imagem da Virgem com diadema sobre a cabeça, segurando o manto, tendo o Menino Jesus ao colo, vestidos de vermelho com manto azul, acompanhado lateralmente e superiormente por um resplendor que se apoia nas ameias do muro. Em chefe dois escudos de Portugal antigo. Escudo cercado pelo Colar da Ordem de Torre e Espada do Valor, Lealdade e Mérito. Coroa mural de prata de cinco torres. Listel branco com os dizeres : " ANTIGA MUI NOBRE SEMPRE LEAL E INVICTA CIDADE DO PORTO ", de negro.

E o Centro Histórico de Guimarães, neste ano, fará os seus 7 anos (2001) de Património Mundial.

Armas - Escudo de ouro, imagem de Nossa Senhora com o menino, vestida de vermelho e com um manto azul, todo brocado de ouro, coroas de ouro perfiladas a negro, sobre dois ramos de oliveira a verde, frutados a negro e atados em ponta, a vermelho. A imagem acompanhada em chefe de dois escudetes a azul polvilhados de besantes de prata. Coroa mural de cinco torres de prata. Listel com as letras a negro : " GUIMARÃES ".

Nota: Os brasões das armas foram copiados da Wikipédia e são disponibilizados por Sérgio Horta que é dono de uma página dedicada à Heráldica, Vexilologia e Cartografia Portuguesas. Louvo o seu autor e o seu prestigioso trabalho.

Abaixo, incluo umas quadras do blog Azoriana:



Mui nobres e leais Cidades

As Armas dos seus Brasões
São mui nobres e leais:
Um Colar nas especiais;
Listel com designações.

Angra destaca o Açor,
Évora seu cavaleiro,
Sintra Castelo cimeiro,
Noutras a Mãe do Senhor.

Porto invicta cidade,
Com seu Castelo dourado,
Pela Virgem coroado
Resplendor de lealdade.

Guimarães "Cidade-berço",
Desta Nação Portuguesa,
Com Maria em realeza...
Seu manto lembra-me o Terço.

Rosa Silva ("Azoriana")

publicado por Terceirense às 12:18
link do post | comentar | favorito

Enquanto houver amor, ilha e arte blogarei por toda a parte...

Terceirense

No adro

Uma carta da Azoriana

Folclore, Marchas, Vozes,...

Tem tudo a ver com o títu...

Parte da lista do Patrimó...

No terreiro

Na varanda

açores(58)

açoriana(4)

açoriano oriental(1)

agradecimento(s)(10)

álamo oliveira(2)

américa(1)

angra do heroísmo(44)

aniversários(2)

assembleia legislativa(1)

azoriana(3)

barack hussein obama(1)

blogosfera(3)

blogues regionais(5)

califórnia(2)

ccd(1)

coelho de sousa(1)

comentários(14)

culinária(1)

curiosidades(18)

desporto(4)

dias comemorativos(17)

do autor(15)

doçaria regional(8)

droap(1)

estatísticas(8)

fagundes duarte(1)

familiares(2)

festa do sol(2)

funcionalidades(3)

hélio costa(1)

hospitais(1)

ilha(62)

joão rocha(1)

jornais(13)

jornais terceira(1)

josé hermano saraiva(1)

luís castro & bassim(1)

luís nunes(4)

mar(8)

monumentos(1)

mortalidade(2)

natal(2)

notícias(32)

poemas(2)

praia da vitória(3)

quadras(4)

regionalidades(34)

roteiro(1)

sanjoaninas 2008(16)

sanjoaninas 2009(2)

sanjoaninas 2011(1)

são carlos(1)

saúde(1)

sentimentos(30)

sidónio bettencourt(1)

sismos(1)

terceira(65)

terra(23)

usa(1)

vitorino nemésio(1)

todas as tags

No balcão

Última hora...

Ao Dr. Domingos Cunha - S...

Poema ao Presidente dos A...

Folclore, Marchas, Vozes,...

Uma carta da Azoriana

A imagem é o mote para li...

O sítio do trovador

Dia dos Açores

O doce do encanto do Divi...

Quadras de improviso

No coreto

Na praça pesquise

 

De passagem

Viva, antes de mais um grande obrigado pelo trabal...
Porque não comentar? Nem que seja para saudar o es...
exelente blog
Olhe, eu descobri o blog hoje e estou a gostar ime...
Gostaria de saber o que não posso perder na ilha t...
Olá gostei muito do seu blog com muitas poesia e c...
Hoje não é o meu dia...A ponte que hoje nos separa...
vamos ter uma rainha muito linda este ano....não h...
Já deixei as Boas Festas no outro lado, mas também...
Olánao sei se fica clara a intençao desta politica...
blogs SAPO

subscrever feeds