Sexta-feira, 5 de Dezembro de 2008

Feliz Natal (conto real)

Perguntei a uma menina:

- O que é o Natal para ti?

- Para receber prendas...

- Só?

Ficou pensativa e olhou para mim. Deve ter notado que o meu rosto se inquietara. O Natal é para receber prendas tão somente?!

Insisti:

- Costumas ir à catequese?

- Sim... Às vezes não posso ir porque fica longe e se chove não posso ir...

Resolvi não perguntar mais nada. Apenas me apeteceu abrir a boca a dizer que se o Natal for só pela esperança das prendas, este ano (e outros vindouros) será uma verdadeira decepção. Quem poderá ser feliz num Natal de prendas fracas ou sem prenda alguma?

A ver pelo dia-a-dia de um cidadão comum que receba um parco salário e tenha tudo contado para despesas fixas (e prestações na banca) que lhe levam uma grande parte do que recebe, vai ser mesmo um verdadeiro caos. Até as crianças vão dar por isso. O problema são aquelas que ignoram o que é a agonia com o saldo de fim de mês.

Tal pena que o Natal seja, para muitos, o chegar dos presentes. E onde está o Menino Jesus? No meio de quê? Onde pára a fé, a esperança e a caridade?

Ouve-se muito nesta altura do ano os ecos da solidariedade; vê-se muitas mãos estendidas à porta de uma qualquer superfície comercial angariando géneros para quem não os têm (nestes e noutros dias); diz-se muita palavra bonita iluminada de ternura e falso sentimento; sente-se a nostalgia mais que nunca... E onde pára o Menino Jesus? Ao lado de quem?

É por estas e por outras que o Natal para mim já não é aquilo que era e tudo porque alguém se esqueceu de colocar um MENINO no presépio do coração.

Há muitos presépios ricos de brilho e cor; há muita beleza camuflando a pobreza; há desamor, há e há sem haver o mais importante.

Quem me dera que na próxima pergunta: O que é o Natal para ti? Eu respondesse: - É ver aquela menina mais feliz do que é na realidade: A mãe está longe... O pai ouve respostas ríspidas dela... Os irmãos (por metade) tendem a ouvir repreensões a favor da harmonia... A mãe adoptiva evita tocar em certos assuntos para não causar birras e melindres...

E onde andará o Menino Jesus? - Ah... Esse?! Está deitadinho durante este mês no presépio que houve pressa em ser feito para acalmar todos os ânimos antes que notassem que os presentes talvez nem existissem conforme o desejo unânime.

Ah, Natal, Natal que nos andas a fazer muito mal... Traz-nos o verdadeiro Menino Jesus sobretudo aos corações do Homem.

Feliz Natal para todos os amigos, visitantes e respectivas famílias.

Este blogue fica a olhar para o Deus Menino!

Na varanda: ,
publicado por Terceirense às 15:31
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 28 de Novembro de 2008

Angra do Heroísmo: Cidade Brilhante

Vai arrancar a quadra natalícia. Em Angra do Heroísmo já se vislumbra o paraíso de luz e a magia das formas de uma iluminação numa linda criatividade directa ao gosto da nossa gente. A cidade e a ilha estão preparadas para receber o anúncio do (re) nascimento do Menino - Deus, que volta para lembrar que a maior virtude está no coração do homem, que tende a ficar mais feliz com o envolvimento luminoso.

As crianças são as que melhor vivem esta magia com intensidade e entrega. Os adultos, contagiados por esse frenesim maravilhoso, acabam por interiorizar melhor a época festiva e religiosa. É um encontro de emoções na salutar vivência familiar. Mas há muitas crianças cuja família está quebrada mas, mesmo assim, há sempre quem se lembra de lhes dar uma família de acolhimento.

Há sempre alguém que, nesta quadra, sente alguma nostalgia mas basta olhar a estrela maior que é o Menino Jesus e que também ele se viu tão somente num curral e numa simples e pobre manjedoura, rodeado por Maria, José, a vaca e o burro e os cordeirinhos que os pastores lhe ofertavam o calor da vida e do amor.

Queria eu ser criança para me chegar ao Menino, tocar-lhe o rosto suavemente e abrir o sorriso de felicidade... Pensemos que somos crianças e viveremos a época melhor do ano para que o novo entre com outro alento.

Que o Deus Menino entre em todas as moradas e coloque paz, alegria, saúde, amor e um brinquedo de esperança nas mãos humildes de cada criança. A humildade é a maior riqueza da humanidade.

Votos de Boas Festas de Natal para todos!

publicado por Terceirense às 10:37
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 18 de Novembro de 2008

Folha de ais

A vida é um quadro belo com paisagens de tons criativos e imaginários felizes. Estou pintando a minha folha de ais matizada das cores que me rodeiam e apelam à reflexão. Quase não dá tempo de reflectir mas, a espaços, quedo-me no pensamento e deixo-me embrenhar por ele ao ponto de nem dar pelo movimento do relógio. O relógio continua, pausadamente, a virar números e traços, num ritmo igual. Eu nem uso relógio porque, no meu pulso, ele fica inerte. Porque será que tal acontece?! Talvez devido ao meu vulcão interior que arrasa com tudo e, de tempos a tempos, explode em lava de emoções.

As emoções continuam na actualidade. Há despedidas que nos deixam tristes. Há abraços (X) e beijos (O) que vincam quadros de amizade. Há mudanças que não deviam existir. Há um crescimento da saudade das caras felizes e vozes meigas, mesmo que o coração esteja num quadro flagelado. Há no presente a força do passado galgando o futuro, sem saber o que virá...

Que venha trabalho, saúde, alegria, paz, amor, fé, não necessariamente por esta ordem mas pela que Deus quiser.

publicado por Terceirense às 11:35
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 22 de Outubro de 2008

Para quando?

E que tal inventarem um comprimido "milagroso" que sirva para pequeno-almoço, almoço e jantar de quem tem problemas de saúde ou para quem não se sente apto a cozinhar como deve ser?

Isto teria de ter em conta as necessidades de cada indivíduo. Cada comprimido devia conter a fórmula ideal para não causar fome ou falha nutricional.

Podem-me colocar já na lista dos interessados. O fogão seria um electrodoméstico a abolir e já não havia necessidade dos gastos à volta deste aparelho.

Que me dizem desta ideia? Ou não é original e já existem esses benditos substitutos? Aguardo que alguém me aponte a direcção.

Na varanda: ,
publicado por Terceirense às 14:53
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 14 de Outubro de 2008

Para o Neves governar vai ter muito que bradar!

Tem cinquenta e quatro anos. Licenciado em Direito pela Universidade de Lisboa em 1976.

Começou como Técnico Auxiliar da Função Pública em 1974, passou por vários degraus sempre em crescendo.

É antigo militante do PSD (desde 1977) e teve vários cargos pomposos, desde adjunto de Secretário e passando por várias cadeiras de cor laranja. Foi deputado ao Parlamento Europeu e foi tentando ir mais além com mais cargos, suficientemente vistosos.

Desde 2005 é presidente da comissão política do PSD Açores e candidata-se, agora, a presidente do Governo Regional, nas eleições de 19 de Outubro p.f.

Até no Continente já foi Ministro da Agricultura, Pescas e Florestas do XVI Governo Constitucional e antes foi Secretário de Estado dos Assuntos Europeus do XV Governo Constitucional.

Não ficou satisfeito, nem satisfez. Agora, candidata-se a ser o maior da Região. Fisicamente talvez até seja maior mas acho-o mais abatido com tanta ginástica que tem feito para agradar à população (só se for aqueles que não o conhecem bem).

Ele vai abrindo discursos para deitar abaixo quem já governa a Região com competência e com provas dadas de boa governação. Que eu saiba, uma pessoa competente não navega de cargo em cargo, mantém-se fiel e digno apresentando soluções e não anda só a falar mal.

Portanto, as palavras e as críticas destrutivas do militante laranja, Dr. Costa Neves, são como as folhas do Outono, leva-as o vento.

Para o doutor governar vai ter muito que bradar (abraçar, beijar e até gastar em pomposos jantares para os seus seguidores "laranjinhas"). No meu entender, pode crer que melhor é mesmo possível.

Tenho dito.

publicado por Terceirense às 19:48
link do post | comentar | favorito

Enquanto houver amor, ilha e arte blogarei por toda a parte...

Terceirense

No adro

Dias comemorativos

Oh, quem me dera! (declar...

Um Grande Sonho (A big dr...

Versos de agradecimento

Feliz Ano 2009

Feliz Natal (conto real)

Angra do Heroísmo: Cidade...

Folha de ais

Para quando?

Para o Neves governar vai...

No terreiro

Na varanda

açores(58)

açoriana(4)

açoriano oriental(1)

agradecimento(s)(10)

álamo oliveira(2)

américa(1)

angra do heroísmo(44)

aniversários(2)

assembleia legislativa(1)

azoriana(3)

barack hussein obama(1)

blogosfera(3)

blogues regionais(5)

califórnia(2)

ccd(1)

coelho de sousa(1)

comentários(14)

culinária(1)

curiosidades(18)

desporto(4)

dias comemorativos(17)

do autor(15)

doçaria regional(8)

droap(1)

estatísticas(8)

fagundes duarte(1)

familiares(2)

festa do sol(2)

funcionalidades(3)

hélio costa(1)

hospitais(1)

ilha(62)

joão rocha(1)

jornais(13)

jornais terceira(1)

josé hermano saraiva(1)

luís castro & bassim(1)

luís nunes(4)

mar(8)

monumentos(1)

mortalidade(2)

natal(2)

notícias(32)

poemas(2)

praia da vitória(3)

quadras(4)

regionalidades(34)

roteiro(1)

sanjoaninas 2008(16)

sanjoaninas 2009(2)

sanjoaninas 2011(1)

são carlos(1)

saúde(1)

sentimentos(30)

sidónio bettencourt(1)

sismos(1)

terceira(65)

terra(23)

usa(1)

vitorino nemésio(1)

todas as tags

No balcão

Última hora...

Ao Dr. Domingos Cunha - S...

Poema ao Presidente dos A...

Folclore, Marchas, Vozes,...

Uma carta da Azoriana

A imagem é o mote para li...

O sítio do trovador

Dia dos Açores

O doce do encanto do Divi...

Quadras de improviso

No coreto

Na praça pesquise

 

De passagem

Viva, antes de mais um grande obrigado pelo trabal...
Porque não comentar? Nem que seja para saudar o es...
exelente blog
Olhe, eu descobri o blog hoje e estou a gostar ime...
Gostaria de saber o que não posso perder na ilha t...
Olá gostei muito do seu blog com muitas poesia e c...
Hoje não é o meu dia...A ponte que hoje nos separa...
vamos ter uma rainha muito linda este ano....não h...
Já deixei as Boas Festas no outro lado, mas também...
Olánao sei se fica clara a intençao desta politica...
blogs SAPO

subscrever feeds