Sexta-feira, 17 de Abril de 2009

De volta com a natureza da ilha brava e sempre doce

Caros leitores, visitantes e comentadores,

Peço desculpa pela ausência de alguma escrita mas nem sempre tenho oportunidade para lançar os dedos ao teclado e lustrá-lo de forma a saírem bons artigos que cativem a vossa presença assídua.

Quem vive numa ilha (como a nossa linda e esbelta Terceira) tem sempre bons motivos para escrever e a inspiração salta a todo o vapor mas é preciso que haja tempo. O clima até que convida a dar a volta a ela e captar o que nos entrar pelos olhos adentro. Está linda! Campos verdejantes, floridos, chilrreios sedutores, as casas a serem embelezadas já a pensar na chegada do próximo mês (o Maio do início da época taurina), o cheiro a mar recheado dum manto de água atractiva para alourar o corpo debaixo de um sol salutar (na medida certa), dos cantares e demais festejos das paróquias, do Espírito Santo coroando meninos e meninas (quais pombinhas alvas de neve) na sua indumentária propícia à fé dos Pentecostes e Trindade, etc. etc. Venham ver e comprovem tudo o que vos digo em palavras soltas e sinceras.

A profissão que ocupo tem-me feito ficar um bocado fora deste meu querido blogue, mas quando aqui venho, saio sempre com a alma curada e desejosa de ir ao encontro desta bonita realidade.

Há profissões que nos realizam e nos agradam. A minha profissão faz com que se mantenha o pão-nosso-de-cada-dia mas da forma que a crise avança (só se ouve falar de crise e mais crise, nos últimos tempos) este pão tem de ser bem administrado pelas bocas que o esperam todos os dias. É preciso saber muito bem a gestão familiar para se saber poupar. A natureza terceirense ajuda também a curar muita crise, seja ela qual for. E haja saúde, pois com ela tudo (ou quase tudo) se consegue!

publicado por Terceirense às 09:54
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 15 de Janeiro de 2009

Um Grande Sonho (A big dream): Tudo está a mudar! (Everything is changing!)

Sonhei com o Dr. Cavaco Silva, Presidente da República Portuguesa, e sua esposa que só surgiu mais tarde preocupada com a recepção e a refeição do esposo. À parte isto, tive uma longa conversa com o Senhor Presidente. Por incrível que pareça até gostou do fraco jantar e deu tempo de ir ao talho comigo mas o pessoal ficava todo a olhar estarrecido por me ver ali, simplesmente, com o Senhor Presidente, sem guarda-costas. Eu estava contente e nada de mal aconteceu. O pior foi a conversa que travámos após o regresso a casa, numa sala sem fim e com poucas cadeiras. Falámos da Região e dos gastos inerentes à mudança de nome das secretarias, com as trocas de sinalização e crachás, com os endereços de correio postal e electrónico, com os modelos padrão dos ofícios, circulares, tanto papel a mudar, e bases de dados; com a escolha de pessoal e algumas trocas à última da hora e sem se saber se é do agrado ou não... "Eh, hôme!" Até parece que o Governo Regional é outro e não o mesmo...

Ainda falámos que o que precisava mudar não eram os nomes das coisas mas as pessoas que já existem nos lugares e criaram raízes de tal forma que o tal "quero, posso e mando" se tornou impossível de aturar. Entra mais o pessoal, dito superior, e o que labora nunca vê o "brilho das estrelas", a não ser que se faça ao dito cujo cargo à custa de apadrinhamento. Assim, vai ser um desastre. Conselho de quem sabe o que está a dizer e que está a dar a ler a alguém que saiba o que está a fazer.

Niss..., digo, nisto, entra a esposa do Dr. Cavaco Silva no SONHO e um bocado zangada que até acordei em sobressalto. Não esqueçam que isto foi um SONHO e que pode não coincidir em todo com a realidade mas não deixa de ter alguma razão de ser sonhado.

Após refazer-me deste sonho estranho, adormeci novamente para acordar ao som estridente que vinha da mesa de cabeceira. Há cada sonho que não passa mesmo pela cabeça de outro alguém. Não sei se os sonhos devem ser revelados mas acontece que foi um Grande Sonho e era pena ficar no segredo da almofada que até ficou atormentada. Ponto final.

publicado por Terceirense às 12:54
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 14 de Janeiro de 2009

Notícias frescas vão aquecer com a "Festa do Sol"

Já se sabe o tema e a data das Festas Sanjoaninas 2009. O tema é a "Festa do Sol" e a data é, como não podia deixar de ser, de 19 a 28 de Junho, os costumados dez dias de reunião festiva na mui nobre e leal cidade da ilha Terceira - Angra do Heroísmo.

Os orgãos de comunicação social são unânimes na divulgação e dão-nos conta do séquito real e o que, por ora, é digno de ser revelado. Portanto, basta uma pesquisa num qualquer motor de busca para ficarmos a saber as notícias que vão vindo à tona.

Aguardemos o desenvolvimento do sítio por excelência das Sanjoaninas 2009 que, nesta data, nos apresenta o Cartaz.

Pela Blogosfera também se vai arejando a notícia com prosa e rima. Aguardemos as curiosidades normais deste grandioso evento de luxo para a nossa querida cidade de Angra do Heroísmo, para a ilha e mais além, sobretudo para quem gosta de São João e seus festejos.

publicado por Terceirense às 15:11
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quarta-feira, 31 de Dezembro de 2008

Feliz Ano 2009

Envio-vos um abraço desde o último de Dezembro até ao primeiro de Janeiro e até quando Deus quiser.

Que se consiga acompanhar o que é bom e debelar o que incomoda mesmo sabendo que "o mundo nos vê, Deus nos conhece e nada é como parece".

Acredito que até aqui, entre rosas e espinhos, o mundo foi seguindo ao ponto de agora ser uma incógnita.

Que o novo ano não seja pior que o seu antecessor e que todas as famílias sigam a máxima do ser mais do que ter.

É muito importante ter com que viver mas mais importante é ser para viver em paz.

Sol e Paz

Que o Sol ilumine os corações desamparados
Que a Paz aqueça mais que o Sol
Que a vida seja Sol e Paz;
E um ramalhete de amor
Fé, alegria e cor.
Que o mundo não esqueça da amizade,
Festa e solidariedade.

Feliz 2009

@Terceirense

publicado por Terceirense às 10:02
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 22 de Dezembro de 2008

Uma sugestão natalícia

Bolo de Laranja com Nozes
(Receita dobrada)

4 laranjas
2 chávenas (chá) de óleo
4 ovos
4 chávenas (chá) de farinha de trigo
4 chávenas (chá) de açúcar
4 colheres (chá) de fermento em pó
1 chávena (+/-) de nozes trituradas
Manteiga e farinha de trigo para untar e polvilhar

Preparação:

Pré-aqueça o forno a 180°C (temperatura média).
Unte a forma com manteiga e polvilhe com farinha.
Com uma faca, corte e descarte as pontas das laranjas.
Divida-as em quatro partes, no sentido do comprimento. Retire o miolo branco e pique cada gomo em pedaços médios.
No liquidificador, bata o óleo, os ovos e os pedaços de laranja até obter uma mistura homogénea.
Numa tigela grande, misture a farinha, o açúcar e o fermento em pó. (incorpore as nozes).
Adicione o creme de ovos com laranja aos poucos, misturando delicadamente com uma colher de pau até a massa ficar bem homogénea.
Coloque na forma untada e leve ao forno pré-aquecido para cozer por cerca de 45 minutos.
Para verificar o ponto do bolo, espete um palito na massa. Se sair limpo, está pronto.
Retire o bolo do forno e passe uma faca de ponta arredondada nas bordas. Deixe esfriar sobre o fogão por aproximadamente 30 minutos, ou até que fique morno, e desenforme.
Regue com a calda quente.

Calda

Sumo de 1 laranja, 1/2 chávena (chá) de açúcar

Numa panela pequena, coloque o sumo de laranja e o açúcar e leve ao fogo médio. Quando ferver, conte 2 minutos e desligue o fogo. Reserve.

**********
Receita adaptada de uma que encontrei na internet. Agora há nozes e laranjas e, certamente, o bolo ficará uma delícia para a consoada de Natal.

publicado por Terceirense às 10:33
link do post | comentar | favorito

Enquanto houver amor, ilha e arte blogarei por toda a parte...

Terceirense

No adro

Eu sou Ilha... Brava e Do...

Roteiro da Administração ...

Água quanta queira - Uma ...

Marque já a sua presença ...

Medidas Simples Salvam Vi...

De volta com a natureza d...

Um Grande Sonho (A big dr...

Notícias frescas vão aque...

Feliz Ano 2009

Uma sugestão natalícia

No terreiro

Na varanda

açores(58)

açoriana(4)

açoriano oriental(1)

agradecimento(s)(10)

álamo oliveira(2)

américa(1)

angra do heroísmo(44)

aniversários(2)

assembleia legislativa(1)

azoriana(3)

barack hussein obama(1)

blogosfera(3)

blogues regionais(5)

califórnia(2)

ccd(1)

coelho de sousa(1)

comentários(14)

culinária(1)

curiosidades(18)

desporto(4)

dias comemorativos(17)

do autor(15)

doçaria regional(8)

droap(1)

estatísticas(8)

fagundes duarte(1)

familiares(2)

festa do sol(2)

funcionalidades(3)

hélio costa(1)

hospitais(1)

ilha(62)

joão rocha(1)

jornais(13)

jornais terceira(1)

josé hermano saraiva(1)

luís castro & bassim(1)

luís nunes(4)

mar(8)

monumentos(1)

mortalidade(2)

natal(2)

notícias(32)

poemas(2)

praia da vitória(3)

quadras(4)

regionalidades(34)

roteiro(1)

sanjoaninas 2008(16)

sanjoaninas 2009(2)

sanjoaninas 2011(1)

são carlos(1)

saúde(1)

sentimentos(30)

sidónio bettencourt(1)

sismos(1)

terceira(65)

terra(23)

usa(1)

vitorino nemésio(1)

todas as tags

No balcão

Última hora...

Ao Dr. Domingos Cunha - S...

Poema ao Presidente dos A...

Folclore, Marchas, Vozes,...

Uma carta da Azoriana

A imagem é o mote para li...

O sítio do trovador

Dia dos Açores

O doce do encanto do Divi...

Quadras de improviso

No coreto

Na praça pesquise

 

De passagem

Viva, antes de mais um grande obrigado pelo trabal...
Porque não comentar? Nem que seja para saudar o es...
exelente blog
Olhe, eu descobri o blog hoje e estou a gostar ime...
Gostaria de saber o que não posso perder na ilha t...
Olá gostei muito do seu blog com muitas poesia e c...
Hoje não é o meu dia...A ponte que hoje nos separa...
vamos ter uma rainha muito linda este ano....não h...
Já deixei as Boas Festas no outro lado, mas também...
Olánao sei se fica clara a intençao desta politica...
blogs SAPO

subscrever feeds