Quarta-feira, 27 de Fevereiro de 2008

Transcrição integral do histórico de Angra do Heroísmo

"Angra do Heroísmo, sede do bispado desde 1534, ano em que foi elevada a cidade, está situada a sul da Ilha Terceira junto da pequena baía que lhe deu o nome.

A situação geográfica da ilha, a sua forma arredondada, facilitando as comunicações entre todos os pontos da sua periferia, a riqueza do solo, abundante em pastagens para criação de gados e aptidão para outras culturas, a relativa segurança na baía, fizeram de Angra o porto militar dos Açores, onde as armadas da Índia se reabasteciam na volta e que navios de outras proveniências demandavam com intuitos comerciais. Nestas condições rápido foi o desenvolvimento do pequeno burgo que era Vila desde 1474.

Poucas cidades portuguesas têm desempenhado tão importante papel na história nacional como Angra, que exerceu uma acção decisiva nos destinos do país. A sua heróica resistência ao domínio castelhano, a sua fidelidade ao partido de D. António Prior do Crato, que nela estabeleceu o seu governo desde 5 de Agosto de 1580 a 6 de Agosto de 1582, a forma como expulsou os espanhóis em 1641, valeram-lhe o título de sempre leal cidade, que D. João IV lhe conferiu.

Mais tarde residência de D. Afonso VI, preso no Castelo de São João Baptista do Monte Brasil de 21 de Junho de 1669 a 30 de Agosto de 1684, capital da província, sede do governo geral e residência dos capitães generais, por decreto de 30 de Agosto de 1766, sede da Academia Militar de 1810 a 1832, Angra foi o centro e a alma do movimento liberal.

Tendo abraçado a causa do constitucionalismo nela se estabeleceu em 1828 a Junta Provisória, em nome da Rainha D. Maria II. É nomeada a capital do reino por Decreto de 15 de Março de 1830. Em Angra organizou D. Pedro IV a expedição ao Mindelo e promulgou alguns dos mais importantes decretos do novo regime, como o que criou novas atribuições às Câmaras Municipais, o que organizou o exército, o que aboliu as sisas e outros impostos, o que extinguiu os morgados e capelas e o que proclamou a liberdade de ensino.

Para galardoar tantos e tão assinalados serviços, o decreto de 12 de Janeiro de 1837, conferiu à cidade o título de mui nobre, leal e sempre constante cidade de Angra do Heroísmo e condecorou-a com a Grã-Cruz da Torre e Espada. A associação de Angra aos descobrimentos marítimos dos sécs. XV e XVI através do seu porto, que foi escala obrigatória das frotas de África e das Índias, e de ser um exemplo da criação de uma cidade ligada à função marítima, levou a UNESCO a inscrever, a 7 de Dezembro 1983, Angra do Heroísmo na lista do Património Mundial.

A cidade resistiu ao grande sismo que a abalou em 1980, mantendo a traça da sua planta do século XV e a arquitectura dos seus monumentos e edifícios."

Fonte: Terceira.com

publicado por Terceirense às 12:15
link do post | comentar | favorito

Enquanto houver amor, ilha e arte blogarei por toda a parte...

Terceirense

No adro

Ai, o nosso Povo!

Natal 2012

Angra Festa Brava

Eu sou Ilha... Brava e Do...

Roteiro da Administração ...

Água quanta queira - Uma ...

Marque já a sua presença ...

Medidas Simples Salvam Vi...

De volta com a natureza d...

Para o dia 7 de Abril

No terreiro

Na varanda

açores(58)

açoriana(4)

açoriano oriental(1)

agradecimento(s)(10)

álamo oliveira(2)

américa(1)

angra do heroísmo(44)

aniversários(2)

assembleia legislativa(1)

azoriana(3)

barack hussein obama(1)

blogosfera(3)

blogues regionais(5)

califórnia(2)

ccd(1)

coelho de sousa(1)

comentários(14)

culinária(1)

curiosidades(18)

desporto(4)

dias comemorativos(17)

do autor(15)

doçaria regional(8)

droap(1)

estatísticas(8)

fagundes duarte(1)

familiares(2)

festa do sol(2)

funcionalidades(3)

hélio costa(1)

hospitais(1)

ilha(62)

joão rocha(1)

jornais(13)

jornais terceira(1)

josé hermano saraiva(1)

luís castro & bassim(1)

luís nunes(4)

mar(8)

monumentos(1)

mortalidade(2)

natal(2)

notícias(32)

poemas(2)

praia da vitória(3)

quadras(4)

regionalidades(34)

roteiro(1)

sanjoaninas 2008(16)

sanjoaninas 2009(2)

sanjoaninas 2011(1)

são carlos(1)

saúde(1)

sentimentos(30)

sidónio bettencourt(1)

sismos(1)

terceira(65)

terra(23)

usa(1)

vitorino nemésio(1)

todas as tags

No balcão

Última hora...

Ao Dr. Domingos Cunha - S...

Poema ao Presidente dos A...

Folclore, Marchas, Vozes,...

Uma carta da Azoriana

A imagem é o mote para li...

O sítio do trovador

Dia dos Açores

O doce do encanto do Divi...

Quadras de improviso

No coreto

Na praça pesquise

 

De passagem

Viva, antes de mais um grande obrigado pelo trabal...
Porque não comentar? Nem que seja para saudar o es...
exelente blog
Olhe, eu descobri o blog hoje e estou a gostar ime...
Gostaria de saber o que não posso perder na ilha t...
Olá gostei muito do seu blog com muitas poesia e c...
Hoje não é o meu dia...A ponte que hoje nos separa...
vamos ter uma rainha muito linda este ano....não h...
Já deixei as Boas Festas no outro lado, mas também...
Olánao sei se fica clara a intençao desta politica...
blogs SAPO

subscrever feeds