Quarta-feira, 26 de Março de 2008

«Ó gente da minha terra»

Lembrei-me deste fado "Ó gente da minha terra", logo pela manhã, porque na minha terra estão a acontecer coisas que não aconteciam antes ou se aconteciam quase só se sabia quando estavam mais que consumadas e, então, aí sim, vinha a público aquele role de histórias que colocava todos em alvoroço.

Agora tudo é mais rápido e sabe-se em tempo record pelas vias modernas. É o caso desta notícia que basta inserir em hiperligação, de proporções violentas e com pessoas idosas. Como diria minha avó: "Ao que nós chegámos!"

E deixo-vos com a letra de «Ó gente da minha terra»

É meu e vosso este fado
Destino que nos amarra
Por mais que seja negado
Às cordas de uma guitarra

Sempre que se ouve o gemido
De uma guitarra a cantar
Fica-se logo perdido
Com vontade de chorar

Ó gente da minha terra
Agora é que eu percebi
Esta tristeza que trago
Foi de vós que a recebi

E pareceria ternura
Se eu me deixasse embalar
Era maior a amargura
Menos triste o meu cantar

Ó gente da minha terra
Agora é que eu percebi
Esta tristeza que trago
Foi de vós que a recebi

 

Fado originalmente escrito e interpretado por Amália Rodrigues. Embora pertencente ao repertório amaliano, este fado tornou-se um hit deste género musical português na voz de Mariza, já no século XXI.

publicado por Terceirense às 08:19
link do post | comentar | favorito
|

Enquanto houver amor, ilha e arte blogarei por toda a parte...

Terceirense

No adro

Ai, o nosso Povo!

Natal 2012

Angra Festa Brava

Eu sou Ilha... Brava e Do...

Roteiro da Administração ...

Água quanta queira - Uma ...

Marque já a sua presença ...

Medidas Simples Salvam Vi...

De volta com a natureza d...

Para o dia 7 de Abril

No terreiro

Na varanda

açores(58)

açoriana(4)

açoriano oriental(1)

agradecimento(s)(10)

álamo oliveira(2)

américa(1)

angra do heroísmo(44)

aniversários(2)

assembleia legislativa(1)

azoriana(3)

barack hussein obama(1)

blogosfera(3)

blogues regionais(5)

califórnia(2)

ccd(1)

coelho de sousa(1)

comentários(14)

culinária(1)

curiosidades(18)

desporto(4)

dias comemorativos(17)

do autor(15)

doçaria regional(8)

droap(1)

estatísticas(8)

fagundes duarte(1)

familiares(2)

festa do sol(2)

funcionalidades(3)

hélio costa(1)

hospitais(1)

ilha(62)

joão rocha(1)

jornais(13)

jornais terceira(1)

josé hermano saraiva(1)

luís castro & bassim(1)

luís nunes(4)

mar(8)

monumentos(1)

mortalidade(2)

natal(2)

notícias(32)

poemas(2)

praia da vitória(3)

quadras(4)

regionalidades(34)

roteiro(1)

sanjoaninas 2008(16)

sanjoaninas 2009(2)

sanjoaninas 2011(1)

são carlos(1)

saúde(1)

sentimentos(30)

sidónio bettencourt(1)

sismos(1)

terceira(65)

terra(23)

usa(1)

vitorino nemésio(1)

todas as tags

No balcão

Última hora...

Ao Dr. Domingos Cunha - S...

Poema ao Presidente dos A...

Folclore, Marchas, Vozes,...

Uma carta da Azoriana

A imagem é o mote para li...

O sítio do trovador

Dia dos Açores

O doce do encanto do Divi...

Quadras de improviso

No coreto

Na praça pesquise

 

De passagem

Viva, antes de mais um grande obrigado pelo trabal...
Porque não comentar? Nem que seja para saudar o es...
exelente blog
Olhe, eu descobri o blog hoje e estou a gostar ime...
Gostaria de saber o que não posso perder na ilha t...
Olá gostei muito do seu blog com muitas poesia e c...
Hoje não é o meu dia...A ponte que hoje nos separa...
vamos ter uma rainha muito linda este ano....não h...
Já deixei as Boas Festas no outro lado, mas também...
Olánao sei se fica clara a intençao desta politica...
blogs SAPO

subscrever feeds